Autarquia Digital

Inovação na Administração Pública Autárquica


1 Comentário

Apresenta o teu projeto Web 2.0 no Cidadania 2.0


O evento Cidadania 2.0 pretende estimular a discussão sobre novas formas de comunicação no seio da sociedade em Portugal, procurando:

  • enfatizar a importância do diálogo entre Governo, Administração Pública, ONGs e os cidadãos em geral
  • dar a conhecer exemplos concretos do que pode ser feito nesse sentido, alertando para os desafios, mostrando oportunidades, e partilhando resultados
  • inspirar as organizações portuguesas a experimentar as ferramentas sociais para iniciar o diálogo com aqueles que servem, ou com aqueles de quem precisam para ir ao encontro dos seus propósitos.

Propostas para apresentação de ideias ou projetos

Se tem uma iniciativa que tira partido das ferramentas sociais para aumentar o diálogo em sociedade e mobilizar os cidadãos para uma participação mais ativa, candidate-se para a apresentar no dia 27 de Outubro!

Envio de propostas – 13 Agosto a 23 Setembro

Fale-nos da ideia ou projeto que gostaria de partilhar, debater e impulsionar com os participantes do Cidadania 2.0.

Votação – 24 Setembro a 7 Outubro

As propostas que verifiquem os requisitos ficam a votação (se necessário). Vote e divulgue a sua proposta através das redes sociais.

Notificação – 9 Outubro

Os responsáveis pelos projetos mais votados serão notificados para confirmarem a sua presença no Cidadania 2.0.

À semelhança do ano passado teremos lugar no programa para breves apresentações de projetos mas vamos mais longe do que isso: dinamizaremos, com ajuda de parceiros, uma série de ações que visam ajudar a estes projetos com contactos, mecanismos, ferramentas, recursos, dicas e informação que lhes permitam avançar.

Um dia inteiro para networking, troca de experiências e contactos e aprendizagem!


Município de Pombal promove evento dedicado à Gestão Documental


O Município de Pombal, em parceria com a Normática, vai organizar no próximo dia 6 de Junho o evento «Autarquias 3.0 – O Poder da Integração das Aplicações na Administração Local».

No decorrer do evento, que terá lugar no Teatro-Cine de Pombal a partir das 9:00 horas, serão apresentados alguns dos projetos implementados pela autarquia na área da gestão documental.

No centro desta iniciativa, que vai contar com a presença de Feliciano Barreiras Duarte, Secretário de Estado Adjunto do Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, estará uma demonstração do projeto de gestão documental Webdoc 2.0, implementado pela Município de Pombal.

Além deste projeto, o nosso Município irá apresentar duas outras aplicações de desmaterialização de processos na área do Urbanismo e reuniões de Câmara.

Programa

  • 9:00 – Receção
  • 9:30 – Boas Vindas: Engº Narciso Mota (Presidente da Câmara) | Dr. Martinho Almeida (Presidente do Conselho de Administração da Normática)
  • 9:50 – Modernização da Administração Local: Dr. Feliciano Barreiras Duarte (Secretário de Estado Adjunto do Ministro-Adjunto dos Assuntos Parlamentares)
  • 10:20 – Apresentação Normática e Visão para as Autarquias Locais: Pedro Soeiro (Centro de Competências OutSystems da Normática)
  • 10:40 – Coffee Break
  • 11:00 – Live Demo – Aplicações no Município de Pombal – WebDoc 2.0, WebMeeting, WebSigu: Nuno Salvador (Município de Pombal) | Vera Pereira e Bruno Rodrigues (Normática)
  • 12:00 – Debate
  • 12:45 – Encerramento

Assista ao Webcast em http://www.ustream.tv/channel/autarquias-3-0

 


Portal do Executivo na CM de Cascais


A Câmara Municipal de Cascais implementou uma Solução para desmaterializar os processos de elaboração de propostas e de tomada de decisão, bem como para digitalizar as Reuniões de Câmara, com recurso ao CaveDigital Board Meeting: o Portal do Executivo da Câmara Municipal de Cascais.

Os processos, com a eliminação da tramitação física, passam a beneficiar dum ganho …potencial de agilidade para as aprovações.

Em harmonia com a utilização do Cartão de Cidadão, é possível despachar e assinar digitalmente as propostas para Reunião de Câmara.

A agenda da Reunião de Câmara e votação eletrónica são também suportadas, podendo o Executivo Camarário acompanhar a reunião e consultar as propostas em discussão a partir do seu portátil ou tablet.

As Reuniões de Câmara públicas são acompanhadas pelo público, recorrendo à projeção da agenda e duma barra que resume a reunião, dando-se assim mais um passo por este Município no sentido da Democracia Digital.


Como poupar 11 mil milhões de euros


image

Este poderia ser o titulo do estudo realizado pela APDC apresentado no seu 21º congresso em Novembro. O estudo chama-se 11 Mil Milhões de Razões e apresenta-se assim:

Como alcançar as metas de redução do défice definidas com a ‘troika’?

“A Economia Portuguesa enfrenta desafios consideráveis. Os indicadores de competitividade têm sido afectados, o crescimento económico tem-se revelado fraco e o défice da balança corrente situa-se nos 10% do PIB”. É assim que começa a versão portuguesa do Memorando de Políticas Económicas e Financeiras, datada de 17 de Maio de 2011.
O objectivo é reduzir um total aproximado de 11 mil milhões de euros no período dos 3 anos. “Portugal não pode falhar”, avisam o Presidente da República e o Presidente da Comissão Europeia.
Nesta sessão, a APDC irá apresentar o seu contributo. Um documento onde propõe a adopção de seis iniciativas tecnológicas estratégicas e prioritárias que podem contribuir para o esforço pedido ao país, ao mesmo tempo que desempenharão um papel crucial nas reformas necessárias para que Portugal tenha um futuro inovador e de crescimento.

 

O estudo pode ser encontrado aqui, e identifica áreas de poupança concreta e explica como. Este quadro resume onde e como se encontram estes 11.000.000.000 de Euros.image

Curioso que 9.000.000.000 sejam conseguidos, apenas, com melhor controlo orçamental e redução dos níveis de fraude. Pode ser um bom indicador para ações de melhoria para os organismos públicos.

Este estudo incide apenas na administração central. Interessante seria, também, realizar estudo semelhante para a administração regional e local. Quanto mais poupança se poderia acrescentar a esta lista?


Gestão de conhecimento em Portugal


A Knowman desenvolveu um estudo sobre a GESTÃO DE CONHECIMENTO EM PORTUGAL em 2010 onde caracteriza a abordagem das organizações em Portugal à gestão de conhecimento, identificação das ferramentas e atividades  utilizadas, percepção dos benefícios procurados e das dificuldades sentidas, e
auscultação da linguagem usada.

Depois do estudo realizado em 2010, pretende em 2011 captar a realidade de mais organizações para que o cenário pintado e as conclusões tecidas sejam mais fiáveis.

O estudo é feito com base nas respostas a um breve questionário disponível online e que pode ser respondido por qualquer organização com presença em Portugal – mesmo que não saiba o que é a gestão de conhecimento!

Há alguns prémios para sortear entre quem preencher o questionário e entre quem o divulgar através do formulário no site do estudo.

Para mais informação sobre o estudo, e para ver como a sua organização pode beneficiar com este questionário / estudo, por favor visite a página do estudo.


6as Jornadas de Gestão e Modernização Autárquica


image

As 6as Jornadas de Gestão e Modernização Autárquica da SMART Vision irão decorrer em Sintra nos próximos dias 07 e 08 de Novembro no Centro Cultural Olga Cadaval.

Já com cinco edições decorridas, as Jornadas foram baseadas num conjunto de premissas que se revelaram de enorme sucesso e que se mantêm bastante actuais nos dias de hoje.

Tais razões etimológicas, centradas num conhecimento de excelência, gratuito e descentralizado, reunido num fórum de debate e troca de experiencias, dotado dos melhores oradores em cada área temática em análise, foram por demais agraciadas ao longo destes anos pelos participantes, restantes oradores, parceiros, entidades co-organizadoras e imprensa generalizada. Continuar a ler


Como gerir bem a sua autarquia


image

As autarquias devem ser geridas de acordo com princípios e normas de gestão empresariais? Como se pode reduzir custos sem pôr em causa os objectivos de cada autarquia? Se os recursos humanos são o elemento‐chave das empresas e organizações públicas, como avaliar e motivar para conseguir os resultados pretendidos?

Numa sociedade globalizada a afirmação das vilas e cidades é um factor decisivo para o desenvolvimento. Que lições podemos tirar da estratégia de afirmação de Barcelona no mundo? Que vantagens têm as autarquias com uma boa gestão das empresas municipais e organismos autónomos? Que hipóteses e instrumentos tem uma autarquia para obter recursos financeiros? Que papéis têm a modernização administrativa e a qualidade na gestão autárquica?

No Seminário encontrará respostas para estas e outras questões. Um seminário que tem como suporte o manual COMO GERIR BEM A SUA AUTARQUIA, que será oferecido a cada participante.

Continuar a ler


Business Process Management e Project Management na Administração Local


O contexto actual impele à clarificação da estratégia, à selecção dos projectos consistentes com a mesma, à automatização, integração e ajustamento dos processos, muito para além da desmaterialização ou da implementação de workflows.

Deixo neste fórum alguns tópicos de reflexão:

  • Como traduzir a estratégia municipal/local em programas consistentes com a mesma? Concretizaram-se? Tiveram o impacto desejado?
  • Será a estratégia uma mera compilação de programas e projectos?
    Autarquias – “Gerir grandes empresas com dezenas de ramos de negócio”
    Modelos transversais (toolkits) de gestão municipal de projectos?
  • “Processos de negócio” alinhados com a estratégia e programas autárquicos?
    Conceito BPM – para além dos workflows e gestão documental
    Medição da “performance” das autarquias locais recorrendo à gestão de portfolio e projectos?
  • Monitorização de objectivos individuais através de sistemas BPM?

Tema das 4ªs JORNADAS DE MODERNIZAÇÃO E GESTÃO AUTÁRQUICA 2009 -CALDAS DA RAINHA

Inovação Autárquica member

Acompanhe o debate em Business Process Management e Project Management na Administração Local no grupo de discussão sobre Inovação Autárquica.


Organizar, Desmaterializar, Simplificar Plataforma Electrónica do Urbanismo


A 6ª Alteração ao Regime Jurídico de Urbanização e da Edificação, publicada pelo do Lei n.º 60/2007 de 4 de Setembro, veio regular a matéria da Urbanização e da Edificação.

De acordo com o preceituado no n.º 1 do art.8º-A da Lei n.º 60/2007 de 4 de Setembro, devem os Municípios dispor de um Sistema Informático Próprio ou Plataforma para a tramitação informática dos procedimentos previstos no diploma.

Expectativas enquanto Munícipes?

Funcionalidades esperadas enquanto colaboradores municipais?

Tema das 4ªs JORNADAS DE MODERNIZAÇÃO E GESTÃO AUTÁRQUICA 2009 -CALDAS DA RAINHA

Inovação Autárquica member

Acompanhe o debate em Organizar, Desmaterializar, Simplificar Plataforma Electrónica do Urbanismo no grupo de discussão sobre Inovação Autárquica.


Promoção da Empregabilidade – Estratégia Local


Em contexto de crise desenham-se dinâmicas conjuntas encetadas por diversas instituições públicas e privadas em prol da promoção local do emprego.
Pode a proximidade das autarquias, relativamente aos problemas reais das populações e agentes locais que podem promover o emprego, garantir maior eficácia a intervenções de promoção de emprego?

Autarquia empregadora ou promotora da empregabilidade?

Autarquia mediadora dos processos de oferta e procura?

Autarquia facilitadora dos processos de fixação de empresas?

Tema das 4ªs JORNADAS DE MODERNIZAÇÃO E GESTÃO AUTÁRQUICA 2009 -CALDAS DA RAINHA

 

Inovação Autárquica member

Acompanhe o debate em Promoção da Empregabilidade – Estratégia Local no grupo de discussão sobre Inovação Autárquica.


“Mão Visível” dos Municípios – Estratégia vs Regulação


Será que a estratégia de regulação dos municípios deve deixar actuar a força reguladora espontânea da "mão invisível" do mercado como lhe chamou Adam Smith?

Deixo neste fórum de discussão como ponto de partida algumas questões muito interessantes já colocadas no livro “A mão visível – Mercado e Regulação” de Vital Moreira e Maria Manuel Leitão Marques: “Como se garante o fornecimento, a qualidade e a acessibilidade de preço de serviços que são tão fundamentais todos os dias, como a água, a energia, os transportes, a saúde?
Deve ser a União Europeia a garanti-lo, o Governo, o município, um regulador independente? Por que razão só existe uma farmácia no meu bairro e não três ou quatro, como acontece com outros estabelecimentos comerciais?

Em que medida é que a liberalização e a privatização do sector público empresarial e dos serviços públicos tradicionais pode preservar o "modelo social europeu", que me permite aceder a certas prestações essenciais nas mesmas condições, quer viva em Lisboa ou em Monção?”

Tema das 4ªs JORNADAS DE MODERNIZAÇÃO E GESTÃO AUTÁRQUICA 2009 -CALDAS DA RAINHA

Inovação Autárquica member

Acompanhe o debate em “Mão Visível” dos Municípios – Estratégia vs Regulação no grupo de discussão sobre Inovação Autárquica.


Gestão Municipal vs Privatização


A privatização e a licitação competitiva de serviços públicos têm ganho terreno em todos os países nos últimos 20 anos.

Na realidade autárquica portuguesa tem-se verificado a adopção de diferentes modelos de gradual transferência de activos para o sector empresarial local quer para o sector privado.

Segundo alguns autarcas a criação de empresas municipais é uma solução equilibrada para manter a administração na esfera pública, promovendo no entanto uma gestão mais eficaz do negócio.

Para muitos colaboradores municipais esta politica apenas se traduz num primeiro passo para a privatização dos serviços.

No que se refere à perspectiva dos consumidores, de acordo com uma sondagem recentemente realizada pela Marktest (Janeiro de 2009) encomendada pelo STAL, “os portugueses inquiridos discordam da privatização da água e expressam um elevado grau de satisfação com alguns atributos relacionados com o serviço público de abastecimento de água e discordam da retirada da gestão da água às câmaras municipais”.

Perspectivas?

Tema das 4ªs JORNADAS DE MODERNIZAÇÃO E GESTÃO AUTÁRQUICA 2009 -CALDAS DA RAINHA

Inovação Autárquica member

Acompanhe o debate em Gestão Municipal vs Privatização no grupo de discussão sobre Inovação Autárquica.


Jornadas Smartvision


image

Vou lançar aqui os temas que este ano vão ser debatidos nas 4as jornadas de gestão e modernização autárquica da Smartvision.

São temas que estão já em debate no grupo de Inovação Autárquica e que aqui vos desafio a acompanhar e participar.

Os temas são os seguintes:

  1. Business Process Management e Project Management na Administração Local
  2. Organizar, Desmaterializar, Simplificar
    Plataforma Electrónica do Urbanismo
  3. Promoção da Empregabilidade – Estratégia Local
  4. “Mão Visível” dos Municípios – Estratégia vs Regulação
  5. Gestão Municipal vs Privatização
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 2.529 outros seguidores