Mealhada: Disponibilização On-Line de Plantas de Localização


image3

Em resposta ao desafio colocado na Autarquia Digital, o Nuno Almeida da CM da Mealhada apresenta-nos o seu projecto da Disponibilização On-Line de Plantas de Localização.

Disponibilização On-Line de Plantas de Localização

Autores: Nuno Almeida (nasa72@gmail.pt) e Ricardo Figueiredo (rjfigueiredo@netcabo.pt)

O POL – Plantas On-Line foi um sistema desenvolvido com vista à agilização e simplificação da relação do cidadão com a administração Pública. Em concreto foi desenvolvida uma aplicação que, via Internet, permite a visualização de cartas e mapas para simples consulta ou para emissão de plantas localização necessárias à instrução de qualquer processo de licenciamento de obras.

Apesar de ser um processo simples, tal necessidade implicava um processo moroso para o utente, que tinha de se deslocar à sua Câmara Municipal, eventualmente vindo de longe, para solicitar uma simples planta de localização. Por outro lado, esse procedimento acarretava para as Câmaras Municipais o dispêndio de recursos, principalmente humanos, que podem através de uma utilização intensiva e correcta de uma aplicação deste tipo serem desviados para outro tipo de tarefas. É sem dúvida uma solução enquadrada na actual Modernização da Administração Pública, permitindo que os Municípios forneçam ao Munícipe um serviço através da WEB, com comodismo, qualidade e rapidez.

Foi com este pensamento que avançamos para o desenvolvimento da Aplicação Web, “POL – Plantas On Line”, que aqui apresentamos e que foi desenvolvida no âmbito da disciplina de Projecto do curso de Engenharia Informática do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra. Posteriormente os autores ofereceram a utilização da aplicação à Câmara Municipal de Mealhada, onde se encontra em funcionamento (ver http://www.cm-mealhada.pt/pol).

O objectivo principal deste projecto assentou no desenvolvimento de uma aplicação que recorrendo a ferramentas open source e de baixo custo permitisse a disponibilização de plantas.

Ao contrário das restantes aplicações que utilizam servidores de mapas proprietários, utilizou-se um servidor de mapas open source. Escolhemos o Mapguide OS 2.0, pois de entre outros servidores de mapas Open Source existentes cremos ser o mais robusto. Para além disto tem uma API bem documentada, suporta os formatos mais comuns e tem licença LGPL que permite a sua utilização para aplicações comerciais, diminuindo assim quer o custo financeiro de desenvolvimento, quer o custo para o cliente final tanto a nível de produto como de plataforma para o correr.

Um servidor de mapas, não é mais que um servidor aplicacional que fornece ao cliente acesso e possibilidade de manipulação de mapas. Falamos naturalmente de mapas dinâmicos dispostos em layers, onde se pode ligar ou desligar um layer, fazer zoom, carregar informação vectorial, ou imagem raster georreferenciada.

A aplicação POL – Plantas On Line foi desenvolvida em ASP.NET e C# e é composta de um site de frontend e outro de backoffice perfeitamente interligados.

No frontend, acessível ao público em geral, é visualizado o mapa e é onde se escolhem os locais cujos pormenores se quer visualizar. Também se selecciona um ou vários modelos de planta para a qual se quer gerar o PDF ou então um conjunto de plantas associadas a um tipo de pedido de licenciamento. Preenchidos os dados pessoais, onde se incluiu o endereço de email, o pedido é processado e é enviado um email com os links dos PDFs para download.

No backoffice, de acesso reservado aos administradores do sistema, pode ser manipulada toda a informação que permite o funcionamento do frontend. Pode-se criar pontos de interesse, associando-lhes um lugar, uma freguesia e um ponto no mapa. Podem-se criar modelos com layers e layouts associado e pode-se ou não associar os tipos de pedidos de licenciamento aos modelos respectivos. É no backoffice que serão também criados e editados os layouts a serem interpretados pala API de geração dos PDFs. Para mais informação sobre a arquitectura do POL http://pol2blog.wordpress.com/

Esta aplicação permite deste modo a agilização de processos no que respeita ao fornecimento de plantas de localização para a instrução de processos de licenciamento de obras.

Através da utilização de uma combinação de software open source com software proprietário mas amplamente divulgado em termos de autarquias, conseguiu-se imple­men­tar uma aplicação que possibilita a disponibilização on-line desta informação com um muito baixo custo de instalação

Do ponto de vista de utilizadores a aplicação apresenta-se com uma interface simples, intuitiva e por isso de muito fácil utilização.

A nível de administração, possui um conjunto de funcionalidades que permitem flexibilizar e expandir o tipo de plantas a disponibilizar as quais respondem a toda a necessidade actual de plantas prevista para a instrução de pedidos de licenciamento.

Deste modo já é possível aos munícipes do Concelho de Mealhada obterem via Internet as plantas que necessitam e apresentá-las de seguida aquando da instrução dos seus processos de obras.

Links de referência: http://www.cm-mealhada.pt/pol e http://pol2blog.wordpress.com/

[tweetmeme only_single=”false”]
Anúncios