Transparência nas câmaras municipais da região centro


Mapa da Região do Centro, Portugal

Foi hoje apresentado no Portugal 2.0 um estudo sobre a transparência nas câmaras municipais da região centro.

O estudo foi elaborado por investigadores do INESC Coimbra e Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e NEAPP (Universidade do Minho) e apresenta o seguinte resumo.

O objectivo deste trabalho é analisar a informação disponibilizada nos sítios das 100 Câmaras Municipais da Região Centro tendo como referencial os 8 Princípios de Open Government Data (propostos pelo Open Government Working Group) e o Portal dos Contratos Públicos (BASE), associado ao Código dos Contratos Públicos, e desenvolvido para fomentar a transparência na Administração Pública.

Focando itens fundamentalmente relacionados com informação financeira, o artigo analisa o tipo de informação divulgada, a forma como pode ser acedida e o formato em que é apresentada e disponibilizada, numa perspectiva de facilitar a avaliação, por parte do cidadão, do modo como os seus recursos financeiros são utilizados pelo município.

Os resultados da análise apontam para uma divulgação parcial da informação nos sítios web, que é apresentada de forma integrada em documentos de grande dimensão dificultando assim a sua identificação no sítio. A estratégia de disponibilizar a informação em formato imagem, porventura para reforçar a legalidade dos mesmos através da aposição de assinaturas dos responsáveis públicos, condiciona o posterior processamento da informação por parte dos cidadãos.

Em conclusão, os esforços de modernização tecnológica das Câmaras Municipais da Região Centro, através de programas como o Cidades e Regiões Digitais, não se traduziram num reforço dos mecanismos de transparência e na adopção dos princípios de Open Government Data.

Fonte: Documento Transparência nas Câmaras Municipais Portuguesas: informação divulgada nos sítios da Região Centro.

[tweetmeme only_single=”false”]
Anúncios