O ROI da Formação


winning

É mais fácil captar / justificar investimentos para acções de formação, quando se sabe quanto estas contribuem para a geração de riqueza ou que valor geram para a organização.

Assista ao evento sobre o ROI da Formação em Lisboa (Hotel Tivoli Oriente, no Parque das Nações), no próximo dia 5 de Maio.

Gratuito, mas sujeito a inscrição.

Anúncios

Parlamento Açoriano usa Windows Azure como fator de democracia eletrónica


image

“A solução Microsoft é uma solução na nuvem em que podemos investir inicialmente apenas na parte dos serviços e desenvolvimento, libertando-nos da manutenção da infraestrutura e dos equipamentos.”

Sandra Costa, Secretária Geral da Assembleia Legislativa Regional dos Açores

A Assembleia Legislativa Regional dos Açores é o órgão legislativo e de fiscalização parlamentar da Região Autónoma dos Açores, tendo sido instituído em 1976, na sequência da regulamentação da autonomia do arquipélago.

Uma vez que as reuniões plenárias da Assembleia são públicas, este órgão de soberania pretendia transmitir em tempo-real os trabalhos do Parlamento Regional em vídeo, bem como armazenar os conteúdos de forma a que fosse fácil a sua posterior pesquisa online, quer pelos Grupos Parlamentares representados na Assembleia, quer pelo público em geral, a partir de um portal na Internet.

image

A solução implementada foi construída com base em tecnologias Microsoft, designadamente Microsoft Windows Azure.

In caso de estudo Parlamento Açoriano usa Windows Azure como fator de democracia eletrónica

Aljustrel atende na Internet


image

Segundo comunicado da autarquia, o presidente da CM de Aljustrel atende na internet, através de uma janela de chat.

O atendimento online do presidente no Portal do Munícipe é realizado todas as 3ªs e 5ªs feiras (excepto dias feriados), das 12h00 às 13h00h.

Boa iniciativa!

Para quando por vídeo-conferência?

Canais Municipais beneficiam autarquias e munícipes


image

Apesar de assistirmos de forma natural à afirmação de que vivemos hoje na era da Informação Digital e da sua ubiquidade, estando acessível a todos e disponível a qualquer hora e em qualquer lugar, no contexto particular das autarquias, continuam a existir diversos obstáculos na circulação de informação entre estas, nas suas diversas vertentes de actuação e os munícipes. Estas dificuldades são particularmente verdade, nos municípios com maior dispersão territorial e maior ruralidade. Por um lado, os materiais impressos são cada vez menos uma opção por questões relacionadas com os custos, o imediatismo, a personalização e até com motivos ecológicos. Por outro lado, a utilização de canais digitais como o correio electrónico, embora mais eficiente, deixa de fora uma boa franja de munícipes, que por razões de idade, formação, questões sociais ou outras, se encontra ainda à margem desta realidade.

Continue a ler Canais Municipais beneficiam autarquias e munícipes

E se as autarquias usassem videoconferência?


Hoje, no Público, o deputado Jorge Sanches, do PS, perguntava “E se em vez do carro e do avião, o Estado usasse a videoconferência para reuniões?”.

A questão é simples, e os resultado seriam seguramente importantes em termos de redução de custos (financeiros) e poupança de recursos (energéticos).

Nos tempos que correm não é displicente.

E nas autarquias?

Eu, aqui, lanço a mesma pergunta com a variante autárquica.

Se as autarquias usassem os serviços de videoconferência para seu uso interno e para o contacto regular, permanente, que estas mantém com os órgãos centrais.

É sabido que a esmagadora maioria das autarquias tem dezenas (em alguns casos, centenas) de edifícios por onde estão espalhados os diferentes serviços municipais. De cada vez que é necessário um contacto mais directo, ou uma diligência, lá vai um funcionário palmilhar centenas de metros, ou então, motorista e carro, para ir aos paços do concelho, ou a outro serviço.

Uma conta rápida (e conservadora) diz-nos que se podem ganhar mais de 150.000 horas de trabalho nas autarquias se se optasse por reduzir o tempo de deslocações através de videoconferências.

150 autarquias x 5 diligências por dia x 2 pessoas (técnico e motorista) x 2 horas = 3.000 horas * 180 dias = 150.000 horas.

E ainda não estão aqui estimados a redução de custos directos de transportes e combustíveis.

Soluções tecnológicas?

Home

Soluções tecnológicas há muitas, mas deixo aqui esta referência para vossa consideração. Comunicações Unificadas.

Outras estratégias para a redução de custos nas autarquias

[tweetmeme only_single=”false”]

GeoMarketing


image

Na semana passada, no Encontros de Utilizadores da ESRI, foi apresentado um conceito de geoMarketing que propõe uma solução de CRM que permite a localização de incidentes, de forma visual. É o conceito da “minha rua”.

A localização exacta dos incidentes, permite que outros com o mesmo problema tenham conhecimento prévio do mesmo e qual o seu estado de tratamento.

Há uma sinalização que fica disponível para todos à medida que os problemas são identificados, tratados e resolvidos.

Cada cidadão tem a possibilidade de reportar incidentes que podem ser desconhecidos das entidades (autarquias e outras) quem a incumbência de os resolver, alargando desta forma o conhecimento de situações não sinalizadas pelas autoridades.

O que é o CRM GEOMarketing … na nossa rua …

Solução interactiva de localização e referenciação de incidentes integrada no portal da Câmara Municipal que permite aos cidadãos reportar problemas da via pública através da sua georeferenciação. Os incidentes identificados são automaticamente encaminhados para os serviços municipais para serem qualificados.

Um mecanismo de workflow (CRM) devolve respostas aos cidadãos com o respectivo estado: identificado | em análise | em resolução | resolvido.

image

Mais informação aqui no site da Inforflow.

Évora TV


image

A Assembleia Municipal de Évora é transmitida em directo pela 2ª vez na internet. A sessão, disponível em http://tv.cm-evora.pt , pode ser visualizada em directo ou em diferido na plataforma TVEDD (Associação de Municípios do Distrito de Évora).

Esta iniciativa piloto visa no futuro disponibilizar para os 14 Municípios a possibilidade de emitirem na internet as suas sessões de Assembleia Municipal e/ou Reuniões do Executivo Municipal.

Esta iniciativa tem o apoio da CM de Évora (DOGI – Divisão de Organização e Gestão Informática) e da AMDE – Associação de Municípios do Distrito de Évora (Centro de Tecnologias Digitais EDD).

O stream pode ser visualizado em http://tv.cm-evora.pt ou em mms://stream.tv.evoradistritodigital.pt/evoragov/evoragov.asx

Tecnologia?

Plataforma tecnológica utilizada para a sessão: Microsoft Office Communication Server 2007, MS Expression Encoder e cliente Silverlight para a plataforma de TVEDD – FutureBOX da Viatecla.