Cidadania 2.0: Meu Rio


Meu Rio: O Meu Rio é um laboratório de participação cívica que une a tecnologia à mobilização da sociedade para aproximar os cariocas da política. Os cariocas têm o poder de construir uma cidade melhor para todos e vão mostrar que a sua força pode trazer resultados surpreendentes.

meu-rio-logo

O Meu Rio é um laboratório de novas interfaces de participação cívica que une a tecnologia à mobilização da sociedade para aproximar os cariocas da política. Nossa missão é construir uma nova cultura política com os cariocas e fazer com que o cidadão comum possa participar efetivamente da construção de políticas públicas. Nós vemos os próximos anos como uma grande oportunidade de desenvolvimento para o Rio e acreditamos que se os cariocas não botarem a mão na massa agora, esse momento não será aproveitado da melhor forma. Nós cariocas temos sim o poder de construir uma cidade melhor para todos e vamos mostrar que a nossa força pode trazer resultados surpreendentes.

 

 

Anúncios

Cidadania 2.0: Zizabi


Zizabi: Plataforma web onde podemos escolher o melhor local para viver de acordo com as nossas necessidades

zizabilogo

O Zizabi revoluciona a forma como uma qualquer pessoa procura casa. Este portal faz com que seja possível procurar a localização e contexto em que pretendemos viver, e seguidamente procurar a casa dos nossos sonhos na geografia que definimos.

Mapa de área no Zizabi

De uma forma intuitiva e amigável, o Zizabi coloca os preços das casas em mapas de cores (de mais caro para mais barato) e usa indicadores como segurança, espaços verdes, boas escolas, entre muitos outros, para classificar a zona com vista a que o utilizador possa encontrar a casa ideal para as suas necessidades. Para tal, correlacionamos dados de fontes credíveis como INE, Censos, Ministério da Educação ou Ministério da Justiça para gerar rankings de qualidade de vida de todas as zonas do nosso país.

Mapa de preços no Zizabi

Além disso, o Zizabi permite determinar qual o preço justo para uma casa e ainda consultar reviews sobre zonas, feitas pelos nossos utilizadores (incluindo várias figuras públicas).

Estatísticas no Zizabi

Esta ideia surgiu devido ao conhecimento do setor imobiliário uma vez que, quando de uma visita a uma casa, as pessoas fazem várias perguntas sobre a zona, os transportes, as acessibilidades, entre outros factores. O passo seguinte foi usar os conhecimentos da equipa em Informática e Matemática para correlacionar os dados existentes, hoje acessíveis no Zizabi.

Escolas no Zizabi

A primeira versão do Zizabi foi lançada no CCB em Lisboa, palco do Prémio Nacional de Indústrias Criativas 2013, concurso no qual o Zizabi foi um dos 6 finalistas entre 339 candidatos

Cidadania 2.0: Uniarea


Uniarea: Portal de informação e debate sobre o Ensino Superior

Logo da Uniarea

O Uniarea pretende ser o portal de referência no que toca a informações sobre o Ensino Superior. Com um tom descontraído, mas sem perder o rigor, queremos comunicar aos jovens as suas possibilidades de futuro formativo e tudo o que lhe possa ser complementar, com vista à sua realização pessoal e à concretização dos seus sonhos.

Página inicial do Uniarea

 

Existe também para o intercâmbio de informações entre futuros, actuais e ex-alunos dos diversos cursos e instituições de ensino em Portugal. É possível interagir com outros utilizadores através de:

  1. Fórum
    O fórum permite a troca de dúvidas e informações sobre os diversos assuntos, permitindo uma mais fácil consulta da informação posteriormente quer pelo próprio utilizador quer por outros que possuam a mesma dúvida.
  2. Grupos
    Os grupos das diversas universidades, faculdades, escolas e institutos, bem como dos cursos, permite um contacto mais directo com futuros, actuais e ex-alunos dos mesmos e outras pessoas que lhes estejam ligadas.

Forum do Uniarea

 

Tal como em outras redes sociais podes adicionar outros membros, trocar mensagens privadas e ter acesso à uma timeline da actividade do portal.

Comentários no Uniarea

 

Com um directório de todas as instituições de ensino superior do nosso país, e uma constante actualização com notícias sobre o tema, tem como target jovens entre os 15 e os 24 anos.

Lançado no fim de Janeiro de 2014, tem registado um aumento exponencial nas visitas, não só de alunos portugueses, como também oriundos de toda a comunidade dos países de língua portuguesa.

Cidadania 2.0: Escola Que Queremos


Escola Que Queremos: Aplicação que permite definir o nosso próprio padrão de qualidade escolar, comparando-o com os dados reais (abertos) das escolas públicas no Brasil.

Escola Que Queremos

Como se mede a qualidade de uma escola? Hoje, o principal indicador levado em conta no debate educacional para se falar de qualidade é o Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação. Mas, apesar de ser uma referência importante, o Ideb ainda é insuficiente: diz apenas sobre o desempenho dos alunos em Português e Matemática e o rendimento escolar (taxa de aprovação), sem trazer dados de contexto que permitam entender por que o aprendizado aconteceu como previsto, ou não.

E se fossem consideradas outras dimensões nessa avaliação, tais como infraestrutura, valorização dos professores, insumos e gestão democrática? Como seriam os resultados desse novo índice de qualidade?

Escola Que Queremos

 

Nesta versão piloto, o Escola Que Queremos traz dados das bases do Censo Escolar e da Prova Brasil, referentes a 2011, para escolas do primeiro ciclo de ensino fundamental. E apresenta 20 indicadores em cinco dimensões diferentes para que cada um possa compor seu próprio índice de qualidade, comparando-o com a média do município. No momento, estão disponíveis para pesquisas escolas da rede pública de ensino.

De posse das informações sobre sua escola, o usuário terá caminhos para entrar em ação, encaminhar denúncias e exigir a resolução de problemas com as autoridades responsáveis. Afinal, educação é um direito humano para todos e todas, e isso significa que só a existência de vagas não basta para garanti-lo: é preciso lutar para que seja, também, de qualidade.

Este projeto nasceu na 1ª edição do Hackathon Dados da Educação Básica, organizado pelo INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira em 2013.

Notícia sobre este projeto

Cidadania 2.0: QEdu


QEdu: Uma plataforma para conhecer melhor a educação no Brasil, centralizando dados públicos organizados de forma intuitiva e confiável.

Logo do QEdu

A Meritt e a Fundação Lemann se uniram para que todos tenham a oportunidade de conhecer melhor a educação no Brasil. O QEdu é materialização dessa intenção, centralizando dados públicos organizados de forma intuitiva e confiável.

Página inicial do QEdu

 

No QEdu é possível:

  • analisar o aprendizado dos alunos e planejar intervenções
  • conhecer o perfil de alunos, professores e diretores
  • encontrar dados do Censo Escolar num único lugar

 

Os usuários cadastrados podem:

  • Acompanhamento de novidades
  • Download da planilha de dados
  • Impressão de qualquer página
  • Boletins com artigos e atualizações
  • Enviar e votar em novas ideias
  • Ordenação e filtros no Explore

 

TOME NOTA

Este projeto vai ser apresentado no evento Cidadania 2.0 (Porto, 26 e 27 setembro 2014). Veja o programa e inscreva-se!