Cidadania 2.0: Radar Parlamentar


Radar Parlamentar: Aplicativo que ilustra as semelhanças entre partidos políticos com base nas votações que ocorrem na casa legislativa

Logótipo do Radar Parlamentar

O Radar Parlamentar é um aplicativo que ilustra as semelhanças entre partidos políticos com base na análise matemática dos dados de votações que ocorrem na casa legislativa. As semelhanças são apresentadas em um gráfico bidimensional, em que círculos representam partidos ou parlamentares, e a distância entre esses círculos representa o quão parecido os mesmos votam.

Radar Parlamentar - Um gráfico

 

No mesmo site encontra-se o projeto Gênero & Participação. Tem por objetivo fazer uma análise gráfica da participação de mulheres e homens na Câmara Federal. Isto é, pode-se observar as participações feminina e masculina na casa legislativa, seja do ponto de vista quantitativo, seja do ponto de vista qualitativo.

Radar Parlamentar - Um gráfico

 

O Radar Parlamentar é software livre. Os dados usados para a elaboração dos gráficos estão disponíveis para download no próprio site.

Código fonte disponível no GitHub

Licenciamento do projeto: Alguns Direitos Reservados: Affero GPL

Anúncios

Cidadania 2.0: publicos.pt


publicos.pt: Uma ferramenta open source para empresas e cidadãos facilmente usarem dados públicos portugueses

logo_big

Uma ferramenta online onde empresas e cidadãos podem tirar proveito de 3 bases de dados públicas portugueses:

  • contratos e concursos públicos
  • deputados da Assembleia da República
  • leis portuguesas

 

publicos.pt - Gráfico de contratos

 

O publicos.pt está sincronizado com os dados oficiais com um erro máximo de 24h e tem como objetivo ser útil e fácil de usar.

publicos.pt - Gráfico de deputados

 

O publicos.pt apresenta também uma série de análises estatísticas que ajudam a compreender a realidade do nosso país através de indicadores macroscópicos calculados a partir dos dados (microscópicos) existentes.

publicos.pt - Gráfico de leis

O código fonte do site é público (no GitHub) e os seus dados são abertos (aqui).

A secção de Deputados deste site usa dados abertos produzidos pelo projeto demo.cratica.

Cidadania 2.0: DRE Tretas


DRE Tretas: Sistema de procura e armazenamento de Diários da República

Logo do Tretas

Este site disponibiliza uma cópia tão fiel quanto possível do Diário da República Electrónico e visa colmatar algumas lacunas desse serviço oferecendo:

  • partilhar ligações diretas para os documentos publicados
  • uma busca rápida e não demasiado sensível aos termos usados
  • buscas em texto livre
  • feeds que permitem acompanhar a nova legislação que vai saindo
  • avisos por mail de nova legislação.

Caixa de busca no DRE Tretas

Os utilizadores registados podem criar colecções de diplomas. Estas colecções podem depois ser organizadas de várias maneiras por forma a encontrar sempre todos os documentos desejados.

Item no DRE Tretas

Este sistema corre sobre Linux, utilizam-se os seguintes sistemas principais:

  • Base de dados PostgreSQL;
  • Índice feito utilizando a biblioteca Xapian;
  • Interface web feita com Django.

Todo o site foi feito usando software livre (código no GitHub).

A legislação recolhida do ‘dre.pt’ é também disponibilizada para download.

Cidadania 2.0: Portal de Transparência Municipal


Portal de Transparência Municipal: Ferramenta onde se podem consultar receitas, despesas municipais, competitividade económica, serviços públicos, sustentabilidade financeira dos municípios portugueses

Logo do Portal de Transparência Municipal

O Portal de Transparência Municipal é uma iniciativa do XIX Governo Constitucional para o aumento da transparência da gestão da administração pública local aos cidadãos. Aqui são apresentados e disponibilizados um conjunto de indicadores relativos à gestão dos 308 municípios portugueses, bem como a sua agregação nas entidades intermunicipais (áreas metropolitanas e comunidades intermunicipais) onde aplicável.

Página inicial do Portal de Transparência Municipal

Os indicadores foram organizados em 6 grupos:

  • Gestão financeira: indicadores financeiros relativos ao endividamento, receitas e despesas municipais
  • Gestão administrativa: indicadores relativos aos recursos humanos municipais, à contratação pública e à transparência da informação municipal
  • Decisões fiscais do município: taxas decididas pelos municípios no IMI, IRS e Derrama de IRC
  • Dinâmica económica do município: indicadores relativos à atividade económica local de cidadãos e empresas
  • Serviços municipais: indicadores relativos aos principais serviços públicos da responsabilidade ou intervenção relevante dos municípios (águas e tratamento de resíduos, educação e habitação)
  • Participação eleitoral autárquica: participação dos cidadãos nas eleições locais e resultados das votações.

Indicadores no Portal de Transparência Municipal

O portal utiliza tecnologias open source nomeadamente “Pentaho” como plataforma de business intelligence e FusionCharts para apresentação gráfica dos indicadores. Todos os dados apresentados pelo portal são carregados na plataforma estatística www.dados.gov.pt

A manutenção do Portal é feita pela Direção-Geral das Autarquias Locais em colaboração com a Agência para a Modernização Administrativa.

TOME NOTA

Este projeto vai ser apresentado no evento Cidadania 2.0 (Porto, 26 e 27 setembro 2014). Veja o programa e inscreva-se!

 

Cidadania 2.0: Central de Dados


Central de Dados: Repositório aberto de datasets Open Data em Portugal

Logo do Central de Dados

A Central de Dados é um repositório aberto de datasets Open Data em Portugal. Os dados publicados são provenientes de diversas fontes e estão sob a curadoria do Transparência Hackday.

Neste momento, os datasets estão em formato CSV.

A Central de Dados é uma ferramenta livre, e todo o código está disponível como software livre.

Esta ferramenta ainda está em construção!

 

CentralDados - home

Cidadania 2.0: Dados.gov


Dados.gov: Portal que publica e agrega a informação produzida pela Administração Pública em formatos abertos para que possa ser lida e reutilizada por qualquer cidadão

Logo do dados.gov

O Dados.gov é um portal que tem como função publicar e agregar a informação produzida pela Administração Pública em formatos abertos que possam ser lidos e reutilizados por qualquer cidadão. O objectivo fundamental da criação deste portal é facilitar o acesso à informação pública, promover a transparência da Administração Pública e ajudar na criação de serviços públicos electrónicos pela sociedade civil.

Inserido na temática do Governo Aberto, o Dados.gov surge na sequência de uma vaga mundial de criação de portais de reutilização da informação pública e ainda sustentado nas normas europeias de boas práticas da Administração Pública.

O Dados.gov, ao promover a reutilização da informação pública, está a fomentar igualmente a existência de novos serviços destinados aos cidadãos em geral. Estes serviços – as aplicações – são elaborados através da informação em bruto que é disponibilizada no portal e que, posteriormente, é adaptada para a criação de ferramentas úteis para o quotidiano.

O Dados.gov é um projecto da AMA – Agência para a Modernização Administrativa, IP, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa e que conta com a participação de inúmeros organismos da Administração Pública Central, Regional e Local.

Página do catálogo de dados no Dados.gov

Cidadania 2.0: Central do Cidadão RS


Central do Cidadão RS: Portal criado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul para aumentar a transparência, informar e estimular a participação e o controle social

Central do Cidadão RS - logo

Passado um ano da implementação do acesso à Informação no Estado do Rio Grande do Sul em conjunto com a constituição do Serviço de Informações ao Cidadão e do Catálogo de Dados Abertos, o Executivo gaúcho decidiu criar novas soluções para aumentar a interação com o cidadão, dar mais visibilidade às informações sobre seus atos e formar os servidores públicos para atender esta nova realidade de transparência e participação.

A forma encontrada para radicalizar a transparência foi por meio da construção de um novo posicionamento: o cidadão no centro da gestão pública.

O novo portal do Governo do Estado, a chamada “Central do Cidadão”, cujo foco é centrado nas pessoas, substitui o antigo portal “Acesso à Informação RS” e reúne várias formas de interferência e fiscalização direta da sociedade, ampliando o escopo do trabalho com mais serviços, novas ferramentas de controle social e novas formas de interação e apresentação das informações.

banner_3-01_site

 

 

O Serviço de Informação ao Cidadão incrementa novas funcionalidades e passa a oferecer canais de Ouvidoria e Denúncias relacionadas a ações governamentais.

A política orientada a dados abertos permanece com o fomento à ampliação dos usos dos datasets e incentivo as ações da sociedade civil, como as maratonas hackers.

Dados Abertos do Rio Grande do Sul

 

Por conta da temática educação cidadã, é lançada a Cartilha Digital, com informações sobre como o cidadão pode utilizar dos canais oferecidos para melhor exercer a cidadania.

Cartilha de Acesso à Informação de Rio Grande do Sul

 

Além disso, as bases de dados relacionadas a Gastos Públicos, Diárias, Convênios e Servidores ganham uma forma inovadora de apresentação gráfica e em formato geolocalizado: o Mapa da Transparência.

Mapa da Transparência

 

Por fim, também foi desenvolvida a ferramenta de Diálogo Virtual, que possibilita o diálogo, a colaboração e cocriação entre sociedade e governo.

 

Cidadania 2.0: Serviço de Informações ao Cidadão de Altinópolis


Serviço de Informações ao Cidadão de Altinópolis: Canal oficial de acesso à informação municipal de Altinópolis e de consulta de dados públicos municipais

acesso-altinopolis

Criado em 22 de maio de 2013, o Serviço de Informações ao Cidadão de Altinópolis (SIC Altinópolis), surge como ferramenta de fomento ao acesso à informação.

Missão
O Serviço de Informações ao Cidadão da Prefeitura Municipal de Altinópolis surge como uma inovação democrática permitindo que cada vez mais o cidadão participe da Administração Pública Municipal.

Descrição
O Serviço de Informações ao Cidadão da Prefeitura Municipal de Altinópolis é o canal oficial de Informação ao Cidadão. A democracia pede a participação popular nas decisões do Governo e neste sentido entra a Lei de Acesso à Informação, buscando uma nova cultura, com uma estrutura simples e adequada ao orçamento do Município, o SIC preza pelo atendimento mais uma humano e menos tecnológico.

É uma realidade em um município de pouco mais de 15 mil habitantes e conta com atendimento em espaços físico e virtual, com computador para uso do cidadão e demais benefícios, tais como a oferta do selo de estacionamento de idosos e deficientes, leis para consulta no balcão, mapas de localização do município e da Prefeitura, numeração das salas da Prefeitura, Portal da Transparência e de Acesso à Informação, através do e-SIC, estudos de novas políticas de informação pública, gestão colaborativa, e outros recursos que facilitam a vida do altinopolense, dando real sentido a palavra Cidadão.

Portal da Transparência de Altinópolis

 

Acesso à informação de Altinópolis

 

Compras por tipo de licitação - Acesso à Informação

 

Documentos associados a compras por concorrência pública

 

Vamos construir uma cidade melhor? O SIC é isso: é o cidadão participando e cobrando melhorias!

Cidadania 2.0: Mobilize Brasil


Mobilize Brasil: Portal brasileiro de conteúdo exclusivo sobre mobilidade urbana sustentável

Logo do Mobilize Brasil

O Mobilize Brasil visa contribuir com a melhoria da mobilidade urbana e da qualidade de vida nas cidades brasileiras. Isso significa que desejamos que nossas cidades sejam mais humanas e democráticas, com transporte público de qualidade, mais estrutura cicloviária e calçadas acessíveis, gerando menos acidentes e um ar mais limpo. Para buscar este objetivo geral, foram definidos 4 objetivos específicos:

  • prover conhecimento e conteúdo relevante, abrangente e de diversas formas sobre mobilidade urbana sustentável
  • fomentar o debate público sobre a temática
  • disseminar uma cultura cidadã participativa em prol da melhoria da qualidade de vida nas cidades
  • pressionar governos para implantarem políticas públicas efetivas de mobilidade urbana sustentável.

O portal tem várias secções dando resposta a estes vários objetivos.

Uma das secções corresponde à campanha Calçadas do Brasil criada para estimular a melhoria das condições de mobilidade para pedestres nas cidades do país. O objetivo é chamar a atenção da opinião pública para o problema da má qualidade, falta de manutenção, ou ausência das calçadas no país, e estimular as pessoas a denunciar os problemas em suas cidades e pressionar as autoridades.

Calçadas do Brasil no Mobilize

Avaliação de uma calçada

 

No Mobilize Brasil é também possível acompanhar a mobilidade através de uma série de indicadores recolhidos junto das Prefeituras.

Comparação de cidades brasileiras

Indicadores por cidade

 

Dados de Lisboa abertos – Desafio à comunidade


image

A CM de Lisboa, em colaboração com a AMA apresentou no dia 19 de Dezembro, o projeto de Open Data Lx.

De acordo com o site de apresentação do projeto:

O “Open Data Lx” é um projecto da Câmara Municipal de Lisboa, desenvolvido em parceria com a Agência para a Modernização Administrativa (AMA), que disponibilizará, a todos os cidadãos, colecções de dados sobre a cidade de Lisboa, nas mais diversas áreas, de modo a poderem ser utilizados no âmbito de trabalhos de investigação ou no desenvolvimento de aplicações informáticas que possam ser úteis à cidade.

In Open Data, http://www.lisboaparticipa.pt

Este projeto expõe diversos catálogos de dados, a pretende potenciar novas aplicações e novas formas de “ver” os dados públicos e com isso valoriza-los, melhorar a administração autárquica, gerar riqueza e criar oportunidades.

É um desafio aberto à comunidade de parceiros e programadores.

image

A primeira aplicação divulgada é esta, pela Mr. Net

Lisboa 360 – Aplicação com informações diversas sobre a cidade de Lisboa.

Noticias relacionadas: Dados abertos – Um desafio à comunidade