Cidadania 2.0: Disse que não disse


Disse que não disse: Arquivo de tweets apagados por representantes políticos

Logo do Disse Que Não Disse

Baseado no projecto Politwoops criado na Holanda pela Open State Foundation, este projecto mostra os tweets apagados por representantes políticos portugueses.

Sim, porque “até mesmo os políticos postam coisas de que se arrependem mais tarde, sejam gaffes sejam pequenos erros”.

(Pode encontrar aqui mais informação sobre o projecto original. O texto está em holandês, mas deverá ser possível ficar com uma boa ideia da mensagem colocando o texto numa ferramenta de tradução.)

Este é um daqueles projectos que existe graças a código que foi originalmente criado aberto para que pudesse ser aproveitado por outras pessoas, levando a ideia, neste caso, até outros países (e já são mais de 30).

Página inicial do "Disse que não disse"

 

Anúncios

Cidadania 2.0: publicos.pt


publicos.pt: Uma ferramenta open source para empresas e cidadãos facilmente usarem dados públicos portugueses

logo_big

Uma ferramenta online onde empresas e cidadãos podem tirar proveito de 3 bases de dados públicas portugueses:

  • contratos e concursos públicos
  • deputados da Assembleia da República
  • leis portuguesas

 

publicos.pt - Gráfico de contratos

 

O publicos.pt está sincronizado com os dados oficiais com um erro máximo de 24h e tem como objetivo ser útil e fácil de usar.

publicos.pt - Gráfico de deputados

 

O publicos.pt apresenta também uma série de análises estatísticas que ajudam a compreender a realidade do nosso país através de indicadores macroscópicos calculados a partir dos dados (microscópicos) existentes.

publicos.pt - Gráfico de leis

O código fonte do site é público (no GitHub) e os seus dados são abertos (aqui).

A secção de Deputados deste site usa dados abertos produzidos pelo projeto demo.cratica.

Cidadania 2.0: DRE Tretas


DRE Tretas: Sistema de procura e armazenamento de Diários da República

Logo do Tretas

Este site disponibiliza uma cópia tão fiel quanto possível do Diário da República Electrónico e visa colmatar algumas lacunas desse serviço oferecendo:

  • partilhar ligações diretas para os documentos publicados
  • uma busca rápida e não demasiado sensível aos termos usados
  • buscas em texto livre
  • feeds que permitem acompanhar a nova legislação que vai saindo
  • avisos por mail de nova legislação.

Caixa de busca no DRE Tretas

Os utilizadores registados podem criar colecções de diplomas. Estas colecções podem depois ser organizadas de várias maneiras por forma a encontrar sempre todos os documentos desejados.

Item no DRE Tretas

Este sistema corre sobre Linux, utilizam-se os seguintes sistemas principais:

  • Base de dados PostgreSQL;
  • Índice feito utilizando a biblioteca Xapian;
  • Interface web feita com Django.

Todo o site foi feito usando software livre (código no GitHub).

A legislação recolhida do ‘dre.pt’ é também disponibilizada para download.

Cidadania 2.0: Portal de Transparência Municipal


Portal de Transparência Municipal: Ferramenta onde se podem consultar receitas, despesas municipais, competitividade económica, serviços públicos, sustentabilidade financeira dos municípios portugueses

Logo do Portal de Transparência Municipal

O Portal de Transparência Municipal é uma iniciativa do XIX Governo Constitucional para o aumento da transparência da gestão da administração pública local aos cidadãos. Aqui são apresentados e disponibilizados um conjunto de indicadores relativos à gestão dos 308 municípios portugueses, bem como a sua agregação nas entidades intermunicipais (áreas metropolitanas e comunidades intermunicipais) onde aplicável.

Página inicial do Portal de Transparência Municipal

Os indicadores foram organizados em 6 grupos:

  • Gestão financeira: indicadores financeiros relativos ao endividamento, receitas e despesas municipais
  • Gestão administrativa: indicadores relativos aos recursos humanos municipais, à contratação pública e à transparência da informação municipal
  • Decisões fiscais do município: taxas decididas pelos municípios no IMI, IRS e Derrama de IRC
  • Dinâmica económica do município: indicadores relativos à atividade económica local de cidadãos e empresas
  • Serviços municipais: indicadores relativos aos principais serviços públicos da responsabilidade ou intervenção relevante dos municípios (águas e tratamento de resíduos, educação e habitação)
  • Participação eleitoral autárquica: participação dos cidadãos nas eleições locais e resultados das votações.

Indicadores no Portal de Transparência Municipal

O portal utiliza tecnologias open source nomeadamente “Pentaho” como plataforma de business intelligence e FusionCharts para apresentação gráfica dos indicadores. Todos os dados apresentados pelo portal são carregados na plataforma estatística www.dados.gov.pt

A manutenção do Portal é feita pela Direção-Geral das Autarquias Locais em colaboração com a Agência para a Modernização Administrativa.

TOME NOTA

Este projeto vai ser apresentado no evento Cidadania 2.0 (Porto, 26 e 27 setembro 2014). Veja o programa e inscreva-se!

 

Cidadania 2.0: Central de Dados


Central de Dados: Repositório aberto de datasets Open Data em Portugal

Logo do Central de Dados

A Central de Dados é um repositório aberto de datasets Open Data em Portugal. Os dados publicados são provenientes de diversas fontes e estão sob a curadoria do Transparência Hackday.

Neste momento, os datasets estão em formato CSV.

A Central de Dados é uma ferramenta livre, e todo o código está disponível como software livre.

Esta ferramenta ainda está em construção!

 

CentralDados - home