Decisões com informação geográfica


Se pedirem aos serviços autárquicos para apresentar um relatório sobre… por exemplo.. a localização dos eco-pontos, a proabilidade receber um texto formatado como o que se segue é elevado (haverá excepções, naturalmente).

image

Melhor seria que pudesse ser apresentado numa aplicação web com inteligência geográfica. Isto é, com sobreposição gráfica que permita referenciar pelo território. A informação fica visualmente mais rica e apelativa.

A figura seguinte é relativa às freguesias de Lisboa e usa o Virtual Earth (agora gratuito para autarquias).

 image

É apenas um exemplo, mas serve para ilustrar a pertinência do tema.

Anúncios

Sistema de Informação de Organização do Estado


 

sioe_logo[1]

Descobri há dias um web-service, disponibilizado pela Direcção Geral da Administração e Emprego Público, que fornece a informação pública sobre os organismos da administração pública chamado Sistema de Informação de Organização do Estado (SIOE).

"Essa informação comporta os mais diversos aspectos (dados de identificação dos serviços, regimes jurídicos aplicáveis, etc), sendo permanentemente actualizada, organizada e fidedigna.
O SIOE funciona também como um directório, onde pode encontrar o contacto de todas as entidades da Administração Pública.
Poderá fazer diversos tipos de pesquisa. Por exemplo apenas por localização (morada), por tipo de serviço, por área de actividade, etc. ou por critérios conjugados (exemplo: morada e área de actividade, etc.)
A informação que consta deste sistema encontra-se em permanente actualização, sendo da responsabilidade dos serviços que respeita."

in http://www.sioe.dgaep.gov.pt

"actualizada, organizada e fidedigna"

Este web-service estabelece um contrato de prestação desta informação, perante o qual os diferentes parceiros (tecnológicos) poderão agora usar e integrar nas suas aplicações. Ao expor estes dados, a DGAEP está a assumir publicamente a sua vontade manter o web-service actualizado e disponivel.

O manual e guia de utilização do SIOE pode ser encontrado aqui.

ANMP

O SIOE apresenta apenas os dados da administração pública central. Se calhar, não era má ideia a Associação Nacional de Municipios Portugueses promover algo do género, em complemento ao directório que apresenta no seu web-site. Algo que pudesse apresentar os limites administrativos dos municipios de um modo que fosse integrável com outras aplicações.

image

Idem para as Freguesias.

Idem para as NUTS 2 e para as NUTS 3.

Apresentação Virtual Earth para as autarquias


image

A Microsoft vai realizar duas sessões de apresentação do Virtual Earth para as autarquias, nos dias 4 e 5 de Dez em Lisboa e Aveiro, respectivamente. Mais informação aqui.

Agenda Lisboa:

9:30 Boas Vindas

9:35 Painel
A importância estratégica da informação geográfica no desenvolvimento sustentado do território
Moderado por: João Geirinhas (EUROGI/USIG)
Oradores:
Eduardo Cabrita: Secretário de Estado Adjunto e da Administração Local
Arménio Castanheira: Director-Geral do IGP
Vítor Campos: Director-Geral da DGOTDU
José Fernandes: Director Microsoft
Maria Eugénia Santos: Directora-Geral da DGAL

10:40 Coffee Break

11:00 Evidência do caso prático do Parceiro Infusion
Orador – Kevin Lasitz, Vice Presidente da Infusion

11:30 Oportunidades e boas práticas com o Virtual Earth
Orador – Pedro Rosa, Microsoft

12:15 Termos de utilização do Virtual Earth
Orador – Arnaud Gstach: Microsoft

12:30 Almoço

14:00 Helios: a nova release do Virtual Earth
Orador – Johannes Kebeck: Microsoft VE Technology Specialist

15:30 Coffee Break

15:45 Evidência de casos práticos
Parceiros: Viatecla, Devscope, 3rd Block, ESRI, Advantis

17:00 Encerramento
Orador – João Ferrão: Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades


Agenda Aveiro:

9:30 Boas Vindas
Orador – Élio Maia: Presidente da Câmara Municipal de Aveiro

9:35 Painel
A importância estratégica da informação geográfica no desenvolvimento sustentado do território
Moderado por: João Geirinhas (EUROGI/USIG)
Oradores:
Rui Pedro Julião: Subdirector-Geral do IGP
José Fernandes: Director Microsoft
João Paulo Barbosa e Melo: Presidente CEFA
José Ribau Esteves: Presidente da CIRA*
Paulo Mauritti: Sub-Director-Geral da DGAL

10:40 Coffee Break

11:00 Evidência do caso prático do Parceiro Infusion
Orador – Kevin Lasitz, Vice Presidente da Infusion

11:30 Oportunidades e boas práticas com o Virtual Earth
Orador – Pedro Rosa, Microsoft

12:15 Termos de utilização do Virtual Earth
Orador – Arnaud Gstach: Microsoft

12:30 Almoço

14:00 Helios: a nova release do Virtual Earth
Orador – Johannes Kebeck: Microsoft VE Technology Specialist

15:30 Coffee Break

15:45 Evidência de casos práticos
Parceiros: Viatecla, Devscope, 3rd Block, ESRI, Advantis

17:00 Encerramento

Informação sobre o Distrito de Évora? Perguntem ao botedd@live.com.pt.


image

Há umas semanas atrás falei-vos do Windows Live Messenger como canal de contacto e informação com um Live Agent a responder interactivamente a perguntas feitas sobre um determinado tema.

Agora quero chamar a vossa atenção para um Live Agent que está a nascer no Évora Distrito Digital e que dá já muitas informações úteis sobre o distrito e sobre a região.

Experimentem colocar o endereço botedd@live.com.pt como vosso contacto do messenger e começem por pedir “ajuda” para entenderem a dinâmica do “agente” e dos tipos de pergutnas/respostas que ele é capaz de dar.

Deixo aqui um exemplo:

Hugo Cartaxeiro said:
Dados sobre o concelho do Redondo.
Bot EDD said:
Selecione a opção correta. Pretende informação sobre:
1 Património
2 Freguesias
3 Concelho
4 Dados do concelho
5 Site da câmara
Hugo Cartaxeiro said:
3
Bot EDD said:
O Redondo é uma vila portuguesa, no Distrito de Évora, região Alentejo e subregião do Alentejo Central, com cerca de 5 800 habitantes.
É sede de um município com 369,75 km² de área e 7 036 habitantes (2001), subdividido em 2 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Estremoz e de Borba, a leste por Vila Viçosa e pelo Alandroal, a sueste por Reguengos de Monsaraz e a oeste por Évora.

Por vezes, o “agente” convida-nos para uma actividade e lança uma janela com o Site ou Portal que melhor responde à pergunta ou à questão colocada.

É um exemplo excelente de como as novas tecnologias podem alcançar novos canais e novos públicos. Afinal de contas, mais de 25% da população nacional tem acesso ao messenger. E é um canal bidireccional, ao contrário dos “vulgares” portais e sites.

Está no inicio, em protótipo e em testes.

Mas em breve, vai responder a perguntas sobre processos autárquicos colocados e em curso em qualquer uma das suas 14 autarquias.

A acompanhar com atenção.

Metereologia interactiva


image

O tempo em que nos mostravam o anti-ciclone dos Açores em mapas como estes já lá vai.

image

As tecnologias permitem agora que mapas interactivos deem leituras de temperatura, pressão atmosférica, precepitação, vento etc.. Vejam os Interactive Weather Maps do Weather.com.

À consideração do Instituto de Metereologia.

Cheias e inundações


image

Estão concerteza recordados das cheias que o Katrina provocou em New Orleans e no estado do Lousiana em 2005.

Como resposta para poder melhor gerir situações futuras, o estado do Lousiana desenvolveu o Louisiana Mapping Project que inclui a cidade de Lafayete e o seu mapa de zonas de cheias. Com este tipo de informação é muito fácil prespectivar as áreas de maior impacto numa situação de cheia.

Em Portugal todos vemos nas noticias as inundações de Águeda, Ribatejo, concelhos da área metropolitana de Lisboa e por vezes na zona do Mondego e do Douro, para além das zonas ribeirinhas de uma forma geral.

À consideração das respectivas autarquias, INAG e Instituto de Metereologia.

Segurança Pública


image

Na cidade de Oakland, EUA, existe um problema de crime público que importa documentar e informar a população.

Solução? O Oakland Crimespotting, que regista e divulga as ocorrências, classificadas por nivel de gravidade.

Façam deslizar a barra em baixo (ocorrências mais graves para a esquerda e menos graves para a direita), e vejam o mapa a alterar-se em função deste critério. Por incidentes, não se fala apenas de roubos e assaltos. Pode ser qualquer incidente, desde acidente automóvel a uma casa inundada. Ou seja: à consideração da Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Repúblicana, MAI, MJ, PJ, Tribunais, Policias Municipais, Bombeiros, Protecção Civil, DGV / Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária / Instituto Nacional de Transportes Terrestres, INEM, Autarquias e outras entidades.

Eye on Water


No último dia de Julho foi lançado um portal, da iniciativa da Agência Europeia do Ambiente um portal de monitorização e acompanhamento da qualidade da água. O Portal chama-se “Eye on Earth” e está disponivel aqui na sua versão Portuguesa. Está feito com integração com o Virtual Earth e com o Portal MSN.

image

Para já estão disponiveis dados da Itália, Grécia, Malta, Holanda, Eslovénia e Portugal, que são recolhidos em mais de 21.000 pontos de monitorização nestes países, e os dados são actualizados numa base regular. Podemos ver aqui nesta imagem uns "amarelos" nas praias da Parede e São Pedro do Estoril.

image

Importa aqui realçar o papel das autoridades ao assinalarem de forma pública estes problemas da qualidade das águas. As ferramentas e as tecnologias aqui utilizadas podem perfeitamente serem utilizadas para sinalizar outros tipos de dados ao público. Por exemplo, dados ambientais, demográficos, sociais, económicos ou outros. O exemplo do "eye on water" pode inspirar outros.

Virtual Earth para informação de tráfego


Exemplos de aplicações usando o Virtual Earth.

image

O site TransVista é gerido pelo Departamento de Transportes do Texas e mostra a colocação das cameras e dos paineis ao longo da rede viária. Se passarem com o rato por cima de cada um daqueles sinais de camara ou painel, podem ver imagens em tempo real. À consideração das Estradas de Portugal e da Brisa (que julgo saber dispõem de aplicações semelhantes), e sobretudo de outros organismos (autarquias e outras concesionáras) que podem facilmente dispor de uma plataforma de apresentação e divulgação.