Autarquias – Go Social Now!


image

É sabido que a administração pública tem de reduzir despesa, que tem de aumentar eficácia, que tem de melhorar a sua capacidade de prestar serviço às populações.

Pois bem, as redes sociais e suas ferramentas podem permitir grandes reduções de custo e grandes aumentos de eficiência e ser instrumentais para atingir estes objectivos.

É este o mote do evento Social Now que se vai realizar no Porto nos próximos dias 27 e 28 de Junho.

O Social Now é um evento com um formato muito original

É um evento para organizações que:

  • Querem perceber como podem as ferramentas sociais ser usadas no contexto organizacional
  • Precisam de entender quais as verdadeiras diferenças entre as muitas ferramentas no mercado
  • Estão curiosas quanto aos aspetos a considerar ao analisar uma ferramenta social
  • Querem reduzir custos e aumentar a eficiência organizacional, usando novas ferramentas, complementando as que já têm e/ou repensando processos.

Porque é que que o evento é especial?

Porque, para além de keynote speakers de grande qualidade, vão ser demonstradas 13 ferramentas como resposta às necessidades de uma mesma empresa fictícia. Esta deverá ser a melhor forma de comparar as vantagens e desvantagens de cada ferramenta no contexto de uma organização.

E como se isso não bastasse, um painel vai colocar questões para tentar perceber melhor cada uma delas mas também para destacar  aspetos importantes na análise de uma ferramenta social.

O site do evento: http://socialnow.org
Pequeno vídeo sobre o evento: Social Now – Why is it unique?

Ah, se já estiver a criar na sua cabeça razões para não vir, dê uma olhada em Frequently Used Excuses (Not) To Come.

Anúncios

Parlamento Açoriano usa Windows Azure como fator de democracia eletrónica


image

“A solução Microsoft é uma solução na nuvem em que podemos investir inicialmente apenas na parte dos serviços e desenvolvimento, libertando-nos da manutenção da infraestrutura e dos equipamentos.”

Sandra Costa, Secretária Geral da Assembleia Legislativa Regional dos Açores

A Assembleia Legislativa Regional dos Açores é o órgão legislativo e de fiscalização parlamentar da Região Autónoma dos Açores, tendo sido instituído em 1976, na sequência da regulamentação da autonomia do arquipélago.

Uma vez que as reuniões plenárias da Assembleia são públicas, este órgão de soberania pretendia transmitir em tempo-real os trabalhos do Parlamento Regional em vídeo, bem como armazenar os conteúdos de forma a que fosse fácil a sua posterior pesquisa online, quer pelos Grupos Parlamentares representados na Assembleia, quer pelo público em geral, a partir de um portal na Internet.

image

A solução implementada foi construída com base em tecnologias Microsoft, designadamente Microsoft Windows Azure.

In caso de estudo Parlamento Açoriano usa Windows Azure como fator de democracia eletrónica

Advertising e Social CRM 3.0


clip_image001

A APPM – Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing e a Microsoft Portugal realizam o 1º “Fórum Advertising e Social CRM 3.0” a realizar-se dia 25 de Outubro no Auditório Microsoft, Taguspark em Oeiras.

O novo paradigma da Web 3.0 traz novos desafios para os marketeers – “behavioral targeting”, “mobile advertising”, a integração de Facebook com aplicações P2P (“person to person”), o “search mapping” e a melhor forma de maximizar o relacionamento com os Clientes.

Conheça quais as ferramentas disponíveis, onde optimizar os investimentos e maximizar o retorno, e assista á apresentação dos Casos de Sucesso que marcam a diferença nas relações com os Clientes.

Aproveite esta oportunidade para perspectivar o papel primordial que o uso das tecnologias mais inovadoras, podem ter na construção de uma marca forte e na criação de relações sustentadas e duradouras.

Agenda

Continue a ler Advertising e Social CRM 3.0

Cidadania 2.0


Fala-se da crise económica e social que tem afectado fortemente a atividade das empresas, o comportamento das organizações públicas, a vida dos cidadãos em geral. Há preocupações ambientais enormes, sabendo-se que os nossos comportamentos, se não alterados, terão consequências drásticas no futuro. Os desafios são grandes, as oportunidades enormes e o ritmo de mudança acelerado.

Tudo isto sugere a necessidade de envolver mais pessoas capazes de partilhar as suas experiências, avançar ideias, voluntariar as suas competências. Ao invés disso, assiste-se ao fraco diálogo entre os vários elos da sociedade.

Muitas organizações e movimentos têm olhado para plataformas online, como o Facebook, o LinkedIn, o Twitter e outros, como possíveis veículos e suportes para aumentar o diálogo e o envolvimento dos cidadãos em torno de causas que a todos dizem respeito. Devemos todos considerar o mesmo!

Objectivos

O evento Cidadania 2.0 pretende estimular a discussão sobre novas formas de comunicação no seio da sociedade em Portugal, procurando:

  • enfatizar a importância do diálogo entre Governo, Administração Pública, ONGs e os cidadãos em geral
  • dar a conhecer exemplos concretos do que pode ser feito nesse sentido, alertando para os desafios, mostrando oportunidades, e partilhando resultados
  • inspirar as organizações portuguesas a experimentar as ferramentas sociais para iniciar o diálogo com aqueles que servem, ou com aqueles de quem precisam para ir ao encontro dos seus propósitos.

Destinatários

O evento destina-se a:

  • responsáveis e representantes do governo nacional e local
  • responsáveis e representantes de organizações públicas
  • responsáveis e representantes de organizações não governamentais ou sem fins lucrativos
  • responsáveis e representantes de organizações privadas interessadas num maior diálogo entre o sector público e os cidadãos
  • cidadãos em geral, especialmente os mais interessados no aumento desse diálogo

Formato

O evento terá uma vertente eminentemente prática, recorrendo a casos de estudo para ilustrar as potencialidades e resultados já obtidos em iniciativas realizadas aquém e além fronteiras.

Programa

Para mais informação, consulte o Programa.

Inscrições

Aqui.

A participação no Cidadania 2.0 é gratuita.

No entanto a inscrição é obrigatória.

A data limite para as inscrições é 11 Outubro 2011.

Recolha de páginas Web 2.0 das autarquias


image

Preciso de ajuda! Quero promover uma recolha dos endereços das ferramentas Web 2.0 em uso pelas autarquias portuguesas e para isso peço a ajuda a esta comunidade através deste breve questionário.

A ideia é identificar as páginas de Blogs/rss, Facebook, Twitter, Youtube, Flickr, etc. em uso pelas várias autarquias e pelos seus presidentes por forma a ter uma perspectiva da forma como estes as usam.

O resultado será publicado na aqui, na Autarquia Digital, daqui a umas semanas, qualquer que seja a quantidade de informação recolhida.

Se cada um relatar as ferramentas dos seus municípios, dos seus autarcas, rapidamente temos um levantamento interessante da realidade do uso destas ferramentas no panorama nacional.

Pode ser que promova depois um agregador regional/distrital destas fontes de informação…

Vamos a isso? O questionário está disponível  aqui em http://bit.ly/recolha.

Livro Obama para oferecer


image

A Autarquia Digital e a Centro Atlântico tem um livro Obama – Os segredos de uma vitória para oferecer. Como?

Simples. Tomando o exemplo de como Barack Obama usou as tecnologias como um instrumento de apoio à sua eleição, pretendemos oferecer este livro à melhor sugestão de como os nossos políticos, candidatos, poderão, também eles, usar as novas tecnologias de Web 2.0 a favor das suas próprias eleições.

Continue a ler Livro Obama para oferecer

How Web 2.0 Will Transform Local Government


Neste artigo anterior (Gov 2.0) dei-vos conta de um conjunto de documentos sobre a tranformação do governo com a Web 2.0. Destes documentos chamava-vos a atenção para este que se chama How Web 2.0 Will Transform Local Government especialmente focado no tema da administração local.

Não se pense que por ser um documento feito de e para a realidade americana, não se aplica à realidade das autarquias em Portugal. Aplica-se. E muito.

Continue a ler How Web 2.0 Will Transform Local Government

Gov 2.0


Está na moda acrescentar um “2.0” em tudo o que se quer inovador, sem que muitas vezes haja a ideia concreta do que isso quer dizer. Tem havido muita interpretações, e esta que aqui vos apresento sobre o “Governo 2.0” não é mais do que um conjunto de ideias e tecnologias que – no seu conjunto – sugerem um modelo inovador de interacção do “governo” com os cidadãos.

Os documento seguintes, são complementares, e em particular chamo a vossa atenção para o que se refere à “administração local 2.0”.

Continue a ler Gov 2.0